Bailarino se destaca na final com apresentação afro  

Foto: Vanessa Miyasaka

Foto: Vanessa Miyasaka

Por Simone Andrade

Foi a primeira vez que João Vitor Alves (16) veio ao Seminário Internacional de Dança de Brasília. O bailarino, que não se vê fazendo outra coisa a não ser dançar, fez uma bela apresentação na noite desta quarta-feira (29/07), na final do Concurso promovido pelo Seminário. “Quis mostrar um solo afro porque combina comigo”, conta o bailarino.

Segundo a professora Mônica Proença, João Vitor se saiu muito bem. Como dica, observa que precisa trabalhar a expressão facial. “Ele estava tenso e isso influenciou na expressão e no tronco, mas ele foi muito bem”, avalia. O bailarino concorda. “Estava muito tenso no início, mas fui me sentindo mais confortável com o decorrer da apresentação”. O professor de Vitor, Eder Gomes, acompanha o aluno no Seminário e concorda com a observação de Mônica Proença. “Estava um pouco nervoso”, diz.

O bailarino veio de São Paulo, onde estuda na academia Balleto Estúdio de Dança. João Vitor dança há poucos anos. Iniciou no clássico e contemporâneo quando tinha 12 anos. “Participava de um projeto de dança na escola e alguns amigos começaram a me incentivar”. João conta que passou por algumas escolas no primeiro ano, até que conseguiu uma bolsa na Balleto pelo projeto Construindo Sonho. Hoje, Vitor estuda com bolsa integral e ensaia todos os dias das 16h às 22h. Dedicado, o bailarino optou por morar com os professores para facilitar o acesso à escola. “Temos a guarda dele, há o consentimento da mãe”, ressalta o professor Eder. “Ele é um aluno que veio com o projeto e se destaca na escola. Vitor é muito dedicado aos ensaios”.

O projeto que deu a oportunidade ao Vitor nasceu há quatro anos e, todos os anos, vai às comunidades carentes de São Paulo em busca de talentos. “Por semestre, concedemos, em média, três ou quatro bolsas”, diz Gomes. Segundo ele, a dificuldade e o contexto destes alunos fazem deles mais sedentos pela dança e pela oportunidade. “Temos muitos alunos, de todas as classes, mas os alunos do projeto são os que mais se destacam”, relata.

No Seminário, Vitor fez aulas com os professores Vladimir Klos, Vicent Gros e Austin Hartel e ensaiou para o concurso com o Davi Rodrigues. “Me identifiquei muito com o Vicent, se pudesse escolher, gostaria de ir estudar com ele”, revela.

Este é um evento da Secretaria de Estado da Cultura do Distrito Federal em parceria com a Associação Cultural Claudio Santoro.

Este evento faz parte do programa DANCE BRASIL.

Para reproduzir as matérias basta somente dar crédito à Agência Dance Brasil.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s