Contornando o preconceito

Foto: Vanessa Miyasaka

Foto: Vanessa Miyasaka

 Por Vanessa Miyasaka

Em uma atividade predominantemente feminina, homens também sonham com uma carreira na dança. Porém, escolher atuar na área nem sempre é uma decisão fácil. Um exemplo é o bailarino Alexander Kaden (18), bolsista da 21ª edição do Seminário. Segundo a mãe do dançarino, Roseli Kaden, o filho teve muitas dificuldades em ser aceito na escola que estudava. “Tive que trocar ele de escola, a diretora me disse: ou ele sai do ballet ou sai da escola”, lamenta a mãe. Kaden decidiu seguir carreira na dança e hoje estuda na Escola da Ópera de Viena, Áustria.

Para o baiano Emerson Nascimento (21), o preconceito sempre existiu. “A dança é uma realidade diferente para as pessoas, não é como futebol que é comum”, explica. Quando começou a fazer aulas de ballet, Nascimento era o único menino na sala. O bailarino acredita que o número de homens na dança está crescendo e o preconceito diminuindo. “Existem muito meninos que têm vontade de fazer, que têm talento, mas que não seguem a carreira por não acreditarem que podem conseguir lidar com o preconceito”, conta.

Luiz Gustavo Madubuike (18) também passou por dificuldades. O dançarino teve o primeiro contato com a arte em um abrigo social em São Paulo. Uma assistente social levava as meninas do abrigo para as aulas de ballet, quando Madubuike pediu para participar das classes. Muitas vezes, o bailarino admite ter sido chamado por termos pejorativos, mas que sempre tentou lidar com a situação.  “Foi muito difícil, há muito preconceito”, desabafa.

Madubuike também acredita que o cenário masculino na dança está se modificando. “Agora, têm muitos meninos que se especializam e conseguem seguir carreira”, anima-se. No ano passado, o bailarino se formou na Escola do Teatro Bolshoi no Brasil e, hoje, busca uma bolsa para o exterior.

Nascimento e Madubuike estão classificados para a última etapa do concurso promovido pelo Seminário. A final será realizada na próxima quarta-feira (29), às 18h.

Este é um evento da Secretaria de Estado da Cultura do Distrito Federal em parceria com a Associação Cultural Claudio Santoro.

Este evento faz parte do programa DANCE BRASIL.

Para reproduzir as matérias basta somente dar crédito à Agência Dance Brasil.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s