Noite fria e corações quentes: representantes do governo brasileiro e de diversos países prestigiaram a Gala de Abertura

Representantes de embaixadas prestigiam o XXV Seminário Internacional de Dança de Brasília. Foto: Gustavo Cordeiro.

Representantes de embaixadas prestigiam o XXV Seminário Internacional de Dança de Brasília. Foto: Gustavo Cordeiro.

Por Gustavo Cordeiro –

A Gala de Abertura do XXV Seminário Internacional de Dança de Brasília, realizada no sábado (18/07), foi sucesso absoluto. Contando com a apresentação do grupo espanhol de flamenco “Flamencuras”, reuniu representantes dos governos do Brasil e diversos outros países.

O espetáculo começou pontualmente às 21h, quando o violonista Jaime Gonzalez dedilhou os primeiros acordes. Logo depois entra no palco o cantor Felix de Lola, que já nos primeiros segundos arrancou aplausos da plateia. Sara Perez Gomez, bailarina e diretora do Flamencuras, deixou todos sem respiração com seu ritmo, seguida pelo bailarino Ricardo Moro, que juntos colocaram o palco pra balançar com seus passos vigorosos.

Ao final da apresentação, Sara estava encantada com os brasileiros: “Nos sentimos muito à vontade no palco, o brasileiro é muito caloroso”, declarou a bailarina. Seu amigo de palco, o cantor Felix de Lola, completa, “sentimos muita energia positiva, foi um prazer muito grande tocar aqui no Brasil e no Seminário”.

Na plateia, a representação brasileira e distrital ficou por conta da deputada Luzia de Paula, grande fã da dança e da professora Gisèle Santoro – graças a um projeto da deputada, Gisèle recebeu o título de Cidadã Honorária do Distrito Federal, por sua dedicação em levar arte e cultura à capital federal.

Também compareceram representantes das embaixadas da Alemanha, Áustria, Cuba, Espanha, França, Haiti, México e Mongólia. Jean-Berbard Dejean, ministro conselheiro da Embaixada do Haiti, confessa ser um grande admirador de flamenco e elogiou o “ritmo incrível da bailarina”, segundo suas próprias palavras.

A senhora embaixadora Beatriz Paredes, do México, fez questão de cumprimentar os artistas, dizendo-lhes: “Parabéns pelo grande espetáculo!”, e dirigindo-se a Felix de Lola “o senhor é um cantor excepcional, obrigada pela apresentação de hoje.”

A mongol Sergelen Bold, que foi diretora do teatro nacional de seu país, congratulou Gisèle Santoro por oferecer arte e beleza para a população. “A vida é um presente divino, mas não é nada sem beleza”, e virando-se para os artistas “a noite estava fria, mas vocês nos esquentaram com sua arte!”.

Este é um evento da Secretaria de Estado da Cultura do Distrito Federal em parceria com a Associação Cultural Claudio Santoro.

Este evento faz parte do programa DANCE BRASIL.

Para reproduzir as matérias basta somente dar crédito à Agência Dance Brasil.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s