Começam aulas para a categoria Estrelinhas (7 a 11 anos)

  

AnaMaria Siqueira (agachada à esq.) e suas colegas participam da primeira aula das Estrelinhas. Foto: Vanessa Miyasaka.

Anamaria Siqueira (agachada à esq.) e suas colegas participam da primeira aula das Estrelinhas. Foto: Vanessa Miyasaka.

Por Vanessa Miyasaka

Ministrada pela renomada professora Evandra Martins, as aulas do grupo Estrelinhas iniciaram, nesta segunda-feira (20/07), com o objetivo de incentivar crianças talentosas na carreira da dança. Crianças com idade entre 7 e 11 inscritas para o Seminário Internacional de Dança de Brasília puderam aprender, de forma lúdica e técnica, um pouco mais sobre ballet.

Com duração de três horas, o primeiro encontro serviu para fazer um reconhecimento dos pequenos bailarinos que estão participando do Seminário. De acordo com Martins, as aulas serão dividas em duas turmas com idades diferentes. “O trabalho de uma criança de oito anos não é o mesmo de uma de 12”, explica a professora. “Quando se é muito pequeno, o trabalho precisa ser de frente para uma barra, isso é muito importante no começo”.

Pela primeira vez no Seminário, a bailarina mirim Anamaria Siqueira Han esta animada com as aulas que virão pela frente. “A Evandra fez algumas atividades teatrais que são ótimas quando a gente está no palco interpretando. Aprendi muita coisa que nunca tinha visto”, enfatiza a estudante.

Desde 2012, a professora de ballet de uma academia em Brasília, Nairla Barros, traz seus alunos adultos para participar do Seminário e desta vez trouxe também as crianças. “Os bailarinos demoram muito para terem experiências de grande porte. Quanto mais cedo eles tiverem contato, melhor será a formação deles”, diz Barros.

Evandra Martins foi bolsista do Seminário Internacional de Dança de Brasília e está de volta a capital para ministrar aulas. Com passagem pela Bélgica, Espanha e França, a bailarina acredita que o seminário é muito importante para a formação profissional. “São muitas crianças e elas estão bastante motivadas. O mais legal de ver as Estrelinhas é contemplar o futuro da dança”, conclui Martins.

Este é um evento da Secretaria de Estado da Cultura do Distrito Federal em parceria com a Associação Cultural Claudio Santoro.

Este evento faz parte do programa DANCE BRASIL.

Para reproduzir as matérias basta somente dar crédito à Agência Dance Brasil.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s