Hamilton Pereira: “ Dança não é diletantismo… é trabalho árduo”

Hamilton Pereira. Foto: Kazuo Okubo.

Hamilton Pereira. Foto: Kazuo Okubo.

Por Simone Andrade –

Em declaração sobre os 25 anos do Seminário Internacional de Dança Hamilton Pereira, o poeta que assina como Pedro Tierra, pseudônimo adotado nos tempos de ditadura, fala sobre a persistência e a dedicação de quem faz esse evento acontecer.

Em sua trajetória política, foi secretário de Cultura do Distrito Federal de 1997 a 1998, trabalhou no Ministério do Meio Ambiente de 2002 a 2006 e retornou à Secretaria de Cultura do Distrito Federal entre 2011 e 2014. Hamilton recebeu dois anos consecutivos o título de Doutor Honoris Causa, 2013 e 2014, respectivamente da Universidade Católica de Brasília e da Universidade Federal do Tocantins.

Para ele, num país que traz consigo a marca da descontinuidade em tudo que faz, no âmbito público ou na iniciativa privada, o Seminário Internacional de Dança concebido e dirigido por Gisèle Santoro completa duas décadas. “Alcançar essa marca, em Brasília, enfrentado difíceis condições para construir uma tradição, confirma a paixão determinada dos seus realizadores que converteram o Seminário numa importante referência internacional para essa expressão artística”, diz.

Sobre Gisèle Santoro ele aponta que ela mantém a tradição aprendida de que arte é trabalho. “Não é diletantismo. Trabalho na dimensão simbólica. Trabalho árduo de criação e permanente aprimoramento. Trabalho de pesquisa e diálogo com as tradições mais profundas do nosso povo e diálogo com as tradições de outras culturas do mundo. Num país em que as pessoas, a rigor, ao se locomover não andam, dançam, movidas por uma alma musical à flor da pele, o Seminário Internacional de Dança, introduz a concepção de que artista não nasce feito. Que o talento indispensável à criação artística se desenvolve pelo trabalho tenaz, persistente, quotidiano. Essa contribuição Brasília e o Brasil devem à Gisèle Santoro e a essa iniciativa que revela a capacidade criativa dos brasileiros nessa arte de falar com o corpo: a dança”, finaliza.

Este é um evento da Secretaria de Estado da Cultura do Distrito Federal em parceria com a Associação Cultural Claudio Santoro.

 Este evento faz parte do programa DANCE BRASIL.

 Para reproduzir as matérias basta somente dar crédito à Agência Dance Brasil.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s