Sucesso total na última apresentação de O Lago dos Cisnes

Os ingressos se esgotaram com antecedência e as cadeiras extras duraram apenas algumas horas.

iiii

Uma noite iluminada com a bela música da Orquestra Sinfônica de Brasília e bailarinos como Marcia Jacqueline, Denis Vieira e alunos do Seminário

Gustavo Cordeiro

repórter da Agência Dance Brasil –

A última apresentação do Lago dos Cisnes encerrando o XXIII Seminário Internacional de Dança de Brasília foi um sucesso anunciado. Os ingressos se esgotaram com antecedência e as cadeiras extras duraram apenas algumas horas.

A plateia começou a se espalhar pelo foyer da Sala Villa-Lobos uma hora antes do espetáculo e algumas pessoas circulavam com cartazes dizendo “compro ingressos”. Uma destas pessoas era a estudante Maria Domitila. Ela já tinha visto a apresentação do dia 27/7, mas achou tão bonito que resolveu voltar com a mãe e a amiga.

A abertura com a apresentação e os agradecimentos começou pontualmente as oito da noite e durou aproximadamente dez minutos. Logo os bailarinos entraram no palco e deu-se início. Notava-se que a tensão da estreia já tinha sido superada, todos estavam bem à vontade no palco. Márcia Jaqueline estava magnífica, executando os passos confiantemente. O bailarino cubano, Luiz Rubén Gonzalez, que fazia o papel de Bobo da Corte roubava a cena, com seus acenos e sorrisos.

Na orquestra, o maestro Claudio Cohen conduzia os músicos em harmonia com o palco. A analista de sistemas Ana Cláudia Tavares estava encantada: “já vi outras apresentações da filarmônica de Brasília, mas hoje eles estão se superando!”, confessou. Maria Domitila, que conseguira comprar o ingresso, estava orgulhosa de poder ter trazido a mãe.

No terceiro at, a disputa entre o bruxo (interpretado pelo francês Vincent Gros) e o príncipe Siegfried (Denis Vieira) durante o baile foi acompanhada por uma corte interessada, atuante, e mediada por uma cisne negra (Márcia Jaqueline) sedutora e insinuante.

No último ato, as cisnes bailavam em um lago cheio de brumas e enfeitado pela lua cheia. Márcia Jaqueline, novamente como cisne branco, passava uma melancolia e tristeza tão reais que a plateia ficou em silêncio. Mas logo este silêncio foi quebrado por palmas e “bravos”. Logo depois, Siegfried desafiou o bruxo para um duelo mortal. O palco foi tomado pelas águas do lago e se encheu de nevoeiro. No fim, o bruxo rolou para o dentro do lago, morto pela seta do herói.

Todos aplaudiram de pé ao fim do espetáculo, e o palco se encheu de gente, todos a fim de tirar fotos com os artistas, pedir autógrafos, elogiar, estar perto.

Este é um evento da Secretaria de Estado da Cultura do Distrito Federal em parceria com a Associação Cultural Claudio Santoro.

Este evento faz parte do programa DANCE BRASIL.

Para reproduzir as matérias basta  somente dar crédito à Agência Dance Brasil

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s