O segundo dia do Palco Livre foi marcado por grupos e inclusão social

Grupos de bailarinos paulistas de Campos do Jordão e São José dos Campos, além de academia de Taguatinga (DF) e cadeirantes do Guará (DF) marcaram o segundo dia do evento

Campos do Jordão - Foto- TV Globo-Reprodução

A programação vai até quarta-feira (24) na Praça Lúcio Costa do Shopping Conjunto Nacional

Keyla Reis

Da Agência Dance Brasil

O segundo dia do Palco Livre – parte do programa de iniciativas culturais da dança “Dance Brasil” do qual o XXIII Seminário Internacional de Dança de Brasília também faz parte– reuniu diversos tipos de modalidades de dança nesta sexta-feira (19). O objetivo da iniciativa é dar oportunidade aos artistas da cidade, revelar talentos, além de abrir espaço para mostrar ao público de Brasília o desempenho dos bailarinos do seminário que apresentaram um repertório livre de dança.

O Instituto Avivarte, do Guará, com o grupo Asas para Dançar, abriu as apresentações da tarde com oito cadeirantes e oito bailarinos acompanhando, sob a direção da coordenadora Janaíres Pires, e encantou o público.

Para o geólogo, Cícero Lopes, presenciar um evento como esse é um privilégio. “Na verdade é algo novo para mim esse tipo de espetáculo. A leveza com que eles fazem os movimentos é incrível e a oportunidade de ver bailarinos dançando é única para o grande público”, destacou Cícero.

Mãe de bailarina, a auxiliar de Controle de Endemias, Rachel Melo, que mora no Rio de Janeiro destacou a boa iniciativa do evento. “É bom porque incentiva o público e traz o conhecimento do balé para todos”, disse Rachel.

Atrações como o Grupo de passistas de Brasília agitou o público com muito frevo, côco e ciranda, sob a coordenação de Jorge Marino. Companhias de São Paulo como a Fundação Lia Maria Aguiar, de Campos do Jordão e a Cia Jovem, de São José dos Campos trouxeram vários bailarinos ao palco, arrancando muitos aplausos do público presente, nesse segundo dia.

Além deles, o Centro Cultural Ide com Arte, de Taguatinga, tomou o palco, e levou todo o arrebatamento e energia da dança contemporânea.

A funcionária pública, Débora Albuquerque, destacou o nível do evento. “De alto nível as apresentações desse seminário. O Brasil está bem representado em vários estados, tanto individual como em grupo. Acredito que vai ser difícil escolher no domingo a melhor apresentação”, afirmou Débora, referindo-se ao Concurso com Juri Popular, que será relizado no domingo (21), no qual a plateia escolherá a melhor apresentação.

A coordenadora geral do evento, Gisèle Santoro, subiu ao palco, no encerramento e convidou o público para no domingo (21) participar da Maratona da dança, do Concurso com júri popular (com premiação em dinheiro) e o Pré lançamento do festival de Hip Hop, à partir das 14h na Praça Lúcio Costa, em frente ao Shopping Conjunto Nacional.

Serviço:

Palco Livre

Local: Praça Lúcio Costa – Shopping Conjunto Nacional

Data: de 18/7 às 24/7

Horário: das 17h às 18h

Programação aberta com com acesso Gratuito

Este é um evento da Secretaria de Estado da Cultura do Distrito Federal em parceria com a Associação Cultural Claudio Santoro.

Este evento faz parte do programa DANCE BRASIL.

Para reproduzir as matérias basta  somente dar crédito à Agência Dance Brasil

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s