Quarteto Bem Temperado apresentou o melhor da música clássica na abertura do Seminário Internacional de Dança de Brasília

No repertório Bach, Hermeto Paschoal e Piazolla

A fotógrafa Vera Bandeira com os integrantes do Quarteto Ben Temperado

A fotógrafa Vera Bandeira com os integrantes do Quarteto Bem Temperado

Keyla Reis

repórter da Agência Brasília –

O coquetel de abertura do XXIII Seminário Internacional de Dança de Brasília contou com a presença musical do Quarteto Bem Temperado, de saxofonistas, que em sua maioria residem fora do País, mas que na oportunidade estão em Brasília. Eles se apresentaram na Exposição fotográfica da artista Vera Bandeira, no mezanino do Teatro Nacional, na noite de sábado (13).

O quarteto é composto por Asdrubal Bandeira (filho de Vera Bandeira), Carlos Gontijo, Fernando Arruda e Yuri Dias, que aproveitam as férias no exterior para se encontrarem e fazer essa mistura boa que eles apelidaram de Bem Temperado. Fernando explica o porquê do nome do grupo. “Foi maravilhoso tocar aqui. O nome faz uma brincadeira com o trocadilho clássico do tempero brasileiro com amor. Mas na verdade a referência musical é ao cravo bem temperado do Bach, que é a nossa inspiração e onde começou toda essa jornada tonal que estamos hoje”, poetizou o músico.

Asdrubal adiantou que a escolha do repertório também foi para casar com a exposição. “Bach é um compositor muito conhecido por ter várias cores na palheta de  composição, então podemos fazer uma ligação entre as cores de Bach e as cores das fotografias. Nessa ligação mora a escolha do repertório”, exemplificou.

O músico ressaltou ainda a importância dos compositores brasilienses que estão ganhando espaço e portanto tocaram músicas desses artistas como o compositor Douglas Braga, que está despontando no cenário internacional. “Queremos divulgar os artistas novos que estão ganhando espaço e um evento como esse é bem propício. Tocamos uma peça do Piazolla também, que se chama “Libertando” e um arranjo do Hermeto Paschoal, chamado “O Ovo”, com participação do Douglas Braga. Foi um prazer tocar aqui na exposição da minha mãe”, disse.

Os músicos participaram pela primeira vez do seminário e ficaram impressionados com a união artística que o evento conseguiu reunir na abertura.”Vimos o quanto casou bem música clássica com a exposição. A Vera conseguiu unir várias ramificações da arte. A noite envolveu a dança, a fotografia e a música. Foi muito louvável. Foi uma exposição completa artisticamente e o quarteto está muito feliz com esse convite”, disse Carlos.

O projeto do quarteto nessa temporada em Brasília envolve a preparação do seu primeiro CD, pelos próximos 15 dias. O grupo passará a se chamar Art Sax e contará com mais um integrante na composição.  A previsão de lançamento do disco é para o próximo ano.

Este é um evento da Secretaria de Estado da Cultura do Distrito Federal em parceria com a Associação Cultural Claudio Santoro.

Este evento faz parte do programa DANCE BRASIL.

Para reproduzir as matérias basta  somente dar crédito à Agência Dance Brasil

Uma resposta para “Quarteto Bem Temperado apresentou o melhor da música clássica na abertura do Seminário Internacional de Dança de Brasília

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s