Série Mães do Seminário – 4 – Arielba Faim – O DENOMINADOR COMUM DA PAIXÃO

Arielba e Carolina Maria Faim - foto de Marcos Linhares

Arielba e Carolina Maria Faim – foto de Marcos Linhares

Marcos Linhares

da Agência Dance Brasil

Em meio a mães de fora de Brasília, uma mãe da capital federal se acomodava como podia na Sala da Orquestra do Teatro Nacional Claudio Santoro, no dia da audição para o espetáculo de encerramento do XXIII Seminário Internacional de Dança de Brasília, o balé O Lago dos Cisnes.  Era Arielba Faim, mãe da candidata Carolina Maria Faim (17).

Ao ser peguntada se poderia conceder uma entrevista aceitou sem muito desviar o olhar daquele que é e sempre será o maior foco da atenção dela, a filha bailarina.

Com todas as candidatas em pleno aquecimento, nas barras, Arielba falou sobre a relação da filha com a dança. “A dança é a paixão dela. E como ela é a minha paixão maior, acabo gostando de dança por tabela”, diverte-se.

Sobre o Seminário deste ano,  ela afirma que aposta no aperfeiçoamento da filha. “Carolina ainda vai se desenvolver muito no balé, e sabe do comprometimento necessário para tanto. No Seminário, ela tem acesso a professores de grandes escolas do mundo. E isso é maravilhoso”, pontua.

Mesmo com toda a insistência do repórter, o globo ocular de Arielba dribla o gravador e continua observando a filha. O olho brilha. Colocar aquele ser tão especial no mundo e ainda poder ver vê-la fazer tão nobre arte é algo digno de nota. Na dança da vida dessas duas, o maior prêmio é saber que uma pode confiar na outra. Como um solista erguendo vigorosa e suavemente sua partner.   O amor embala harmoniosamente a coreografia da rotina da relação mãe-bailarina.

E há sempre espaço para apoiar mais e mais. “Ela está no 3o. ano do Ensino Médio e tem que conciliar tudo de modo produtivo. Ela dá conta do recado. Torço muito e espero que ela consiga mais e ser melhor a cada dia”, declara.

Ela se empolga sobre o fato de o evento ser de Brasília. ” Somos privilegiadas. Brasília ainda não tem a tradição dos grandes centros como São Paulo e Rio mas mesmo assim realiza um evento dessa grandeza. Ao perceber, ano passado, que participamos disso tudo, eu e minha filha ficamos encantadas, emocionadas mesmo”, revela.

Ao falar da audição da filha, não escondia o orgulho de poder ali estar. “Como mãe espero que Carolina consiga, mas se não der, já vale como experiência.  Que venham sempre desafios, pois os sonhos, já os temos”, finaliza.

Este é um evento da Secretaria de Estado da Cultura do Distrito Federal em parceria com a Associação Cultural Claudio Santoro.

Este evento faz parte do programa DANCE BRASIL

Para reproduzir as matérias basta  somente dar crédito à Agência Dance Brasil

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s