Seminário Internacional dos Sonhos – Ana Luiza Grossi

“O projeto poderia até mudar de nome para Seminário Internacional dos Sonhos. Tia Gi transformou meu sonho em realidade.

Dançarina de Ballet Clássico há 24 anos, Ana Luiza Grossi ganhou uma bolsa de estudos da escola de dança alemã, Magdeburg Ballet

Dançarina de Ballet Clássico há 24 anos, Ana Luiza Grossi ganhou um estágion na escola de dança alemã, Magdeburg Ballet

Por meio do Seminário, a bailarina Ana Luiza Grossi teve a chance de estudar em uma das mais conceituadas escolas de dança alemã

Natalia Rabelo

Repórter da Agência Dance Brasil

“A dança pra mim é meu alimento, meu combustível é o que me faz sorrir com o coração, o meu prazer”. É assim que Ana Luiza Grossi resume sua relação com o que a faz brilhar nos palcos, a dança. Bailarina há 24 anos, ela viu no Seminário Internacional de Dança de Brasília a oportunidade de dar um passo adiante em sua carreira. E foi lá, em 2003, onde foi reconhecida pela escola alemã, Magdeburg Ballet. “Um sonho, que ate então parecia muito distante, acabou se tornando realidade”, recorda.

Contemplada com um estágio, Ana Luiza, por um ano e três meses, viveu uma das experiências mais marcantes de sua vida. “Dançar fora foi um grande aprendizado. Aprendi o dia a dia dos artistas dentro de um teatro, tive oportunidade de participar de turnês pelo Japão e algumas cidades da Alemanha. Vivi integralmente para a arte e foi um crescimento mais que profissional, foi pessoal. Morar em outro país, vivenciar outra cultura e outra língua me fez amadurecer e, ao mesmo tempo, ver que ainda temos muito que aprender com eles. A valorização do artista vem do berço e isso faz a diferença na educação das pessoas”. Apaixonada pela dança, a bailarina ressalta que só aqueles que vivem a arte sabem o quão encantador ela é: “Só quem dança sabe, de fato, o que é esse amor”, afirma.

Mas apesar da experiência, Ana Luiza observa que nem tudo são flores e levar a dança como algo sério é uma tarefa que requer seriedade: “É preciso muito trabalho e dedicação. Assim como na vida, às vezes aparecem espinhos, mas precisamos manter a cabeça sã para conseguir alcançar os objetivos. Vá em frente e não desista”, aconselha.

Para os que planejam se dedicar à arte, a bailarina sugere: “O Seminário é a porta e a janela para quem busca aprimorar seus estudos, conhecer mestres de nível internacional e pessoas fantásticas. Esse intercâmbio é, sem duvida, inesquecível para nós, bailarinos. Ficar o dia inteiro por conta de aulas, ensaios é exaustivo, porém, gratificante”

Ana Luiza não deixa de lembrar e agradecer àquela que considera uma das responsáveis pela realização de um sonho, Gisele Santoro: “Agradeço eternamente a oportunidade que o Seminário me ofereceu. Mas meu agradecimento maior é para a idealizadora desse projeto que poderia até mudar de nome para Seminário Internacional dos Sonhos. Tia Gi transformou meu sonho em realidade! Eu a amo”, finaliza.

Este é um evento da Secretaria de Estado da Cultura do Distrito Federal em parceria com a Associação Cultural Claudio Santoro.

Este evento faz parte do programa DANCE BRASIL.

Para reproduzir as matérias basta somente dar crédito à Agência Dance Brasil

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s