De Gisèle mãe para Gisèle filha

 Herdeira dos passos de Gisèle Santoro, a filha Giselinha fala de sua paixão pela arte e da parceria profissional com quem a iniciou no seguimento

Gisele Santoro - divulgação 2

Lúcio Flávio

Repórter da Agência Dance Brasil-

Gisèle Santoro filha começou a dançar com a mãe aos sete anos. Os primeiros passos foram dados na Alemanha, onde a família estava exilada nos anos 70. Nascida em Brasília e oriunda de uma família de artistas (o pai o maestro Cláudio Santoro, a mãe a coreógrafa Gisèle Santoro), mais do que natural que seu caminho profissional seguisse para algo do gênero. “Dançar sempre foi um desejo a vida inteira”, confessa Giselinha, como é conhecida entre seus pares.

Mas se engana quem pensa que o fato de aprender os movimentos da dança clássica com a mãe, então uma bailarina respeitada, no auge da carreira, fosse algo harmonioso. À revelia dos laços de sangue, sobressaía sempre o lado profissional no palco. “Ela não era a típica mãe de bailarina, não passava a mão na cabeça só porque eu era sua filha”, faz questão de salientar. “Talvez tenha sido mais dura comigo do que com suas próprias alunas”, reconhece.

Os duros anos de aprendizado valeram à pena porque dois anos após regressar da Europa, em 1978, já aos 16 anos, conseguiu uma vaga por meio de concurso no prestigiado Corpo de Baile do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. “Foi uma felicidade só”, rebobina na memória esse momento mágico hoje a coreógrafa e professora, que se especializou na área com vários cursos em países como os Estados Unidos, França, Itália, Rússia e Alemanha. “Viajei muito”, conta.

Em 1982, o destino seria o berço da dança clássica, a extinta União Soviética onde, como bolsista por dois anos da Escola Coreográfica Estatal de Ballet de Kiev, trabalhou sob a orientação pessoal de Galina Kirilova, que foi 1ª bailarina do respeitado Balé Kirov e a última aluna de Vaganova. Após inúmeros trabalhos no exterior como convidada, além de condecorações pelo reconhecimento de seu esforço em prol da dança, Gisèle (filha), que viveu os últimos anos de sua vida na Alemanha, onde desenvolveu inúmeros projetos, desde 2007 é responsável pela remontagem do balé O Lago dos Cisnes no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Parte dessa experiência lá ela irá dividir com os participantes da 23ª edição do Seminário Internacional de Dança de Brasília, já que assina a montagem da primeira versão dessa obra na íntegra nos palcos da cidade.

“É um desafio grande porque é um balé clássico complexo, que exige muito dos bailarinos e dos coreógrafos”, observa Gisèle Santoro (filha).

Destaque desde sua criação do Seminário Internacional de Dança não apenas como professora, mas também na condição de solista de alguns espetáculos montados especialmente para o evento, Gisèle Santoro (filha) reconhece que a parceria profissional com a mãe é vitoriosa. “Nós temos um entendimento grande a respeito da dança”, confidencia a artista, que tem uma dívida eterna àquela que a colocou pela primeira vez nos passos da dança.  “Ela foi a base de tudo. Não é fácil ser bailarina e ela sempre me deu apoio, tanto financeiro, quanto profissional”, destaca.

Ao fazer avaliação de sua trajetória como bailarina, coreógrafa e professora, Gisèle Santoro comenta. “Fui abençoada por ter realizado meus sonhos com relação essa carreira. Tenho um amor muito grande por essa profissão que é dura, que precisa de muita dedicação não apenas como coreógrafa como professora também”, atesta.

Este é um evento da Secretaria de Estado da Cultura do Distrito Federal em parceria com a Associação Cultural Claudio Santoro.

Este evento faz parte do programa DANCE BRASIL.

Para reproduzir as matérias basta  somente dar crédito à Agência Dance Brasil

Uma resposta para “De Gisèle mãe para Gisèle filha

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s