Hamilton Pereira

Hamilton Pereira - Marcello Casal Jr- Abr Agencia Brasil

Para o secretário de Cultura do DF, o Seminário de Dança é um evento ímpar no calendário da cidade e defende a criação de um corpo de dança permanente em Brasília

Lúcio Flávio

Repórter da Agência Dance Brasil

Amante da poesia, autor de versos traduzidos em língua espanhola, italiana, francesa, inglesa e alemã, o Secretário de Cultura do Distrito Federal, Hamilton Pereira, à revelia da pasta que administra, tem uma queda pela literatura. Mas até pelo cargo que exerce, o olhar e sensibilidade do gestor têm que estar apontados em todas as direções e não seria diferente com a dança, um dos segmentos da cultura que mais tem ganhado relevância em Brasília nos últimos tempos. Prova disso é o 23º Seminário Internacional de Dança de Brasília, desde a sua criação fazendo parte do calendário oficial das atrações culturais do órgão.

“O Seminário é uma contribuição de inestimável valor para a cultura da cidade”, defende Hamilton, bastante familiarizado com o evento, desde que ocupou a pasta pela primeira vez em meados dos anos 90. “Esse trabalho projetou talentos de Brasília em diferentes escolas e espaços fora do Brasil”, diz entusiasmado.

Atento e ciente das deficiências e lacunas que permeiam o mundo da dança na cidade o secretário observa ainda que o Seminário, pela sua singularidade acadêmica, possa contribuir para a criação de um desejo antigo da classe. “A capital da República necessita de um corpo estável de dança e eu creio que o Seminário possa possibilitar esse anseio”, observa, reforçando a parceria do órgão nesse sentido. “O seminário de dança é mais processo do que evento. A secretaria, nessa gestão, procura oferecer o seu apoio na perspectiva da constituição de espaços e de instituições permanentes”, garante.

Sobre o trabalho de Gisèle Santoro à frente do Seminário de Dança, evento criado por ela há 23 anos, o secretário não poupa palavras. Segundo Hamilton Pereira, a coreógrafa e professora de dança é responsável por imprimir uma identidade para o segmento em Brasília, uma referência de caráter perene. “É um trabalho que resulta na constituição de novos valores, do ponto de vista de talento individual”, destaca. “Uma iniciativa que dignifica, que valoriza a cultura naquilo que ela tem de mais significativo, que vai para além do evento, se constituindo num fator de qualificação e de caráter duradouro. Não é apenas o caráter eventual”, observa.

Este é um evento da Secretaria de Estado da Cultura do Distrito Federal em parceria com a Associação Cultural Claudio Santoro.

Este evento faz parte do programa DANCE BRASIL.

Para reproduzir as matérias basta  somente dar crédito à Agência Dance Brasil

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s